Nextios - Blog

Monitoramento de negócios: como funciona e quais são as vantagens?

A cobrança constante por resultados e uma atuação estratégica para a TI exige a implementação de uma gestão data driven. O monitoramento de negócios é essencial nesse processo, tanto para identificar o nível dos indicadores quanto para saber o melhor caminho a seguir.

Esse processo faz parte da necessidade pela transformação digital. Por meio dos dados, as empresas se tornam mais competitivas e adotam uma abordagem mais estratégica, capaz de levá-las ao sucesso.

Apesar de ser uma prática interessante, é preciso entender como ela funciona e quais são suas vantagens. Confira!

A importância do monitoramento de negócios

A ideia do monitoramento de negócios é ter acesso aos indicadores para saber se a empresa funciona da maneira como deveria e se segue o rumo esperado, a fim de atingir os objetivos traçados no planejamento estratégico. Devido a essa característica, é preciso saber o que acompanhar, já que nem todas as métricas serão relevantes à companhia.

Nesse momento, é importante entender que a infraestrutura de TI serve para viabilizar todas as operações do negócio. Mantê-la em funcionamento, portanto, é obrigatório. O diferencial, nesse caso, é monitorar a disponibilidade e o desempenho — essa é a chave para alcançar o sucesso corporativo.

Apesar disso, boa parte das empresas brasileiras ainda focam o operacional. Uma recente pesquisa do Gartner mostra que 87% das companhias têm baixa maturidade no que se refere a Business Intelligence (BI) e Analytics. O resultado são obstáculos para as empresas que agregam valor às suas operações e explorarem outras tecnologias de análise.

De modo geral, existem características específicas nas empresas com dificuldades para aprimorar suas capacidades de monitoramento. Entre as principais estão:

  • existência de infraestrutura de TI antiga ou primitiva;
  • colaboração limitada entre usuários de negócio e de TI;
  • isolamento dos dados em relação ao resultado comercial esperado;
  • foco das ferramentas na geração de relatórios;
  • geração de gargalos pela equipe de TI.

Mais que isso, o nível de maturidade baixo no que se refere ao monitoramento do negócio dificulta a melhoria da empresa e sua adaptação para a inteligência de dados — fundamental em um contexto de mudança de mindset, como ocorre na transformação digital.

Quando essa situação é invertida e a empresa é capaz de realizar o monitoramento do seu negócio, há melhor identificação de oportunidades, melhorias em produtos e serviços, e construção de um relacionamento próximo aos usuários.

4 formas de executar o monitoramento de negócio

O monitoramento depende de uma série de ações automatizáveis. Se for considerado o processo manual, o procedimento se torna difícil, porque requer precisão e coleta de um grande volume de dados. Por outro lado, softwares especializados ajudam a atingir os requisitos esperados para implementar a chamada gestão à vista.

Esse tipo de gerenciamento concentra uma abordagem estratégica dos indicadores-chave de desempenho (KPIs) para melhorar a administração da companhia. A tecnologia é indispensável nesse caso. Por meio das métricas, é possível tomar decisões mais acertadas.

Com a gestão à vista, os dados são centralizados e disponibilizados em dashboards acessíveis a todos os colaboradores. Assim, todos sabem o que devem atingir e o que falta para chegar lá. Além disso, o monitoramento depende de 4 etapas de execução.

1. Coleta

A captura de dados é essencial para obter as informações e os insights necessários ao negócio. Devem ser utilizadas diferentes fontes. Para isso, é importante usar uma solução adequada, capaz de contribuir para a descoberta de KPIs relevantes. Por exemplo, no caso da infraestrutura, é válido entender o tempo de indisponibilidade, SLAs e mais.

2. Análise

Essa etapa começa depois de ter os dados em mãos. Veja quais informações são mais relevantes para alcançar os objetivos estratégicos e aquelas que ajudam a gerar insights inovadores.

3. Planejamento

A definição dos dados relevantes leva ao planejamento das estratégias a serem desenvolvidas. Foque o planejamento estratégico, a fim de atingir os resultados esperados.

4. Aplicação

O momento de colocar as ações planejadas em prática é agora. É necessário utilizar plataformas apropriadas, que ajudem a simplificar a comunicação dos propósitos e alcançar os resultados.

Os benefícios para a sua empresa

Executar as ações citadas acima e implementar a gestão à vista ajuda sua empresa a ter visibilidade dos KPIs estratégicos para o negócio e a TI. Ao mesmo tempo, a comunicação entre os setores é facilitada, porque todos sabem o que devem fazer, quais objetivos perseguir e as medidas a serem adotadas.

Outra vantagem é o conhecimento de todos sobre quanto sua função e seu setor impactam os resultados da empresa. Isso gera engajamento e embasa a empresa de dados concretos para justificar investimentos. Além desses benefícios, existem outros verificados com o monitoramento do negócio:

  • antecipação dos problemas;
  • mudança de postura reativa para proativa;
  • recebimento de alertas para tomar decisões imediatas;
  • transparência da gestão para toda a equipe;
  • uso de dados reais, sem precisar de intervenção humana;
  • identificação das causas dos problemas e dos gargalos existentes, a fim de saná-los.

A solução Business Operation Center

Como destacamos ao longo deste post, é preciso contar com softwares e outros recursos tecnológicos para monitorar o negócio. É aí que entra o Business Operation Center (BOC). Ele é uma evolução do Network Operation Center (NOC).

O BOC é um centro de monitoramento de desempenho do negócio que utiliza Inteligência Artificial (IA) e machine learning. Por meio de metodologias de implementação e assessment, além de ferramentas e processos, ele tem como objetivo acompanhar tudo que acontece na empresa, desde a infraestrutura até as regras corporativas definidas.

Com esse controle, os gestores identificam a produtividade, o comportamento e os resultados do dia a dia em tempo real. Desse modo, são obtidos dados que subsidiam o acompanhamento de indicadores. Assim, em vez de ter ferramentas e abordagens isoladas, a empresa trabalha com uma infraestrutura padronizada.

Essa característica facilita a atuação da equipe de TI, já que se torna mais fácil visualizar o SLA e acessar data centers, nuvens privadas e redes remotas. Ainda é possível correlacionar dados para determinar o modelo de entrega mais adequado aos serviços, a fim de assegurar performance e disponibilidade.

Os insights também ajudam a melhorar os sistemas e a interface com os usuários. A consequência é a prevenção de possíveis falhas em infraestrutura, sistemas ou experiências ruins. O gestor consegue analisar os impactos e até agir de maneira proativa para impedir a ocorrência de gargalos. Tudo isso se reflete em satisfação aos clientes internos e externos.

Como ficou claro, o monitoramento de negócios é uma prática indispensável para alcançar os objetivos, engajar a equipe e atingir os resultados esperados. Nesse momento, é preciso contar com a tecnologia, a fim de concretizar na sua empresa os benefícios destacados neste post.

E você, gostou de conhecer O BOC e as possibilidades oferecidas? Entre em contato com a Nextios, saiba mais sobre nossas soluções e veja como podemos ajudar a monitorar os dados relevantes da sua empresa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *